Vida de Nerd – Tipo Urso!

Olá galera!

Fim do ano passado, para ser mais exato por volta de Setembro de 2011 tive uma lesão na coluna a qual fiquei uma semana andando como o Corcunda de Notre Dame, sempre a base de remédios para controlar a dor e coisas do gênero. Foi mais ou menos um mês dessa forma.

Como já era a segunda vez que esse tipo de coisa estava acontecendo comigo, resolvi consultar um especialista para me dizer o que poderia ser feito para resolver.

Feito isso, depois de uma série de exames, desde “fotos panorâmicas” da minha coluna até exames que me fizeram passar uma noite de rei antes de fazer um simples raio X. Sim, uma noite de rei, pois passei algumas horas no trono, naquela posição do pensador, “meditando” sobre o universo, a vida e tudo mais. Chegado ao veredito do médico, esse nerd que vos escreve deveria frequentar a academia para fortalecer os músculos das costas.

Sendo assim, desde então comecei a procurar um local bacana fazer os benditos exercícios. Como requisitos, eu procurava um local onde fosse próximo de onde trabalho, pois assim seria bem mais prático e fácil de manter a rotina de exercícios.

Visitadas algumas academias, para resolver um problema das costas, eu deveria deixar um rim para poder frequentar. Pensei logo, eu gosto tanto do meu rim que prefiro procurar um outro local.

Sem muita procura, encontrei a academia de um “Marombeiro Jedi Master”, 6 vezes campeão mundial de levantamento de peso e chegou quebrar alguns recordes mundiais, sul-americanos e brasileiros dessa mesma modalidade. Como eu tenho um dedo especial para encontrar lugares vintages, essa academia não poderia deixar de ser diferente. Cheguei lá, essa mesma pessoa que descrevi anteriormente me atendeu de uma forma que pensei “vai ser aqui mesmo”. Nem 5 minutos de conversa, conhecendo a academia, que não é lá muito grande, encontrei um amigo do tempo de escola (ensino fundamental ainda). Como os valores do passe livre era bem mais acessível e aceitável, resolvi iniciar naquela mesma semana.

Começando a dar adeus ao sedentarismo, comecei com uns 10 minutos de pedalada de forma tranquila. Pensei como 10 minutos poderiam ser tão demorados assim. Ao fim eu já estava morto, e olha que isso foi só o início. Depois algumas séries de exercícios para ir me adaptando aos equipamentos e tal. No dia seguinte como era de se esperar, acordei me perguntando “alguém anotou a placa?”, pois estava simplesmente destruído.

Dessa forma fui avançando, cada vez mais vendo os ganhos de todo aquele sofrimento e percebido que aquilo realmente estava valendo a pena.

Depois de 7 meses de academia, aumentei em 6 quilos a minha massa corporal (e dê-lhe lasanha e macarrão!!! hahaha), aumento considerável de força e resistência. Com todo esse tempo já deixei de ter aquele corpo de louva-a-deus, agora tenho um “imponente” corpo de um jovem gafanhoto. Fora isso, o ganho de resistência, auto-estima e segurança  também apareceram, melhorando em muito a minha qualidade de vida.

Fazendo um breve comparativo, se programar é a manufatura de transformar o café em software, com certeza a malhação é a manufatura de transformar o frango em músculo. “Se um marombeiro vir uma galinha na rua, o mesmo sai correndo para tentar comer”. Esta frase entendam como quiserem, com simples, duplo, triplo ou quantos sentidos conseguirem encontrar!

Até mais pessoal!

E tipo urso, que unha!

Anúncios